Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

S.O.S. – Urgências para Bichanos

Dar uma mão (de preferência não cheia de nada) ou um empurrãozinho para que alguns bichanos passem da porta de entrada do senhor doutor quando precisam muito.

S.O.S. – Urgências para Bichanos

Dar uma mão (de preferência não cheia de nada) ou um empurrãozinho para que alguns bichanos passem da porta de entrada do senhor doutor quando precisam muito.

4ª Parte – Mimi e Turista

O passado dia 19 foi de facto um dia importante para os dois. Mas não vou acrescentar mais nada. Uma “novela” gratuita não é o objectivo do blogue.

O pedido está feito desde o início. Os donos destes animais não têm condições financeiras para despesas extras com eles, por isso, agradecem qualquer contribuição.

Sem mais …

2ª Parte – Nota do autor

O que é lógico para uns não é assim tão lógico para outros. Como eu não duvido da minha honestidade, achei que pelo menos os que me conhecem, quanto a honestidade, também não duvidassem e, acredito que não o façam. Mas na minha “busca” incessante do porquê de nem um cêntimo ter conseguido através desta iniciativa, como, segundo creio, pelo menos os amiguinhos do facebook, estão todos a mexer, estão todos “vivinhos da silva”, portanto, como não partilhei este blogue com mortos-vivos (o que poderia ser outra explicação da ausência de reacção), a dúvida que ponho é legitima, se calhar não sou lá muito de confiar na opinião dos “amigos facebokianos”!

O método era simples para mim, como são dois animais e, de donos diferentes, donativos conseguidos por paypal ou através de transferência (sempre que solicitassem o meu NIB), a quantia era dividida por dois e entregue aos donos.

Mas, embora não tenha falado sobre isto com os donos, a coisa, se existir realmente vontade de ajudar, pode ser feita de outra forma. Esqueçam o paypal, escolham o bicho que querem ajudar e peçam o NIB do dono do animal, da Mimi ou do Turista e, assim o autor está fora da questão monetária.

Portanto, com o autor (de duvidosa honestidade) fora disto, façam o favor de se chegarem à frente, escolham a Estrela que querem ajudar a curar e, peçam o NIB do seu dono, façam um pequeno donativo, os bichos e os donos agradecem o vosso gesto!

Uma última nota: Neste momento, se têm acompanhado o blogue, a Mimi (ou a sua dona) está mais necessitada, mas, quanto ao Turista, a despesa acrescida com ele ainda não está totalmente fechada.

2ª Parte – Mimi e Turista

News curtas

- O Turista poderá “livrar-se” do indesejado “adorno” uns dias antes do programado. No início da próxima semana irá ser avaliada essa possibilidade. Apesar de, volta e meia, ele, agora, finalmente, através de sinais decifrados pelos donos, ainda sentir dor, mas agora, atenuada prontamente através de medicação.

- A Mimi, como é uma invejosa, como não pode ver nada de novo aos outros, ao saber que a outra Estrela deste blogue, ainda por cima um cão, tinha um adorno, também quis um. Tem que ganhar peso. Tem que se livrar da anemia. Mas não largava a sua ferida. Coitada estava a tentar tratar-se como pode a sabe. Mas ao livrar-se constantemente do curativo feito pacientemente pela sua dona não ajudava muito. Perdia mais sangue. Agora parece que, mãos profissionais, a “embrulharam”, bem embrulhada, para não conseguir chegar à sua mazela.

Pode ser que a sua dona a apanhe distraída e lhe consiga tirar uma fotografia. Ela não vai gostar de aparecer assim, uma gatinha, assim tão descomposta, exposta sem mais nem menos na web!

Peço desculpa à dona Mimi, mas são os ossos do ofício, pois, eu, no papel de repórter muito amador, segundo creio, na chamada imprensa sensacionalista, o que “vende” são notícias ou fotos chocantes. Ora, como de ajuda para a sua luta, para a sua luta para se manter viva, nem um cêntimo recebeu, uma foto com ela bem “embrulhada” (segundo testemunho da dona), pode ser que “desate” o nó de quem queira ajudar a Mimi a ficar boa (sem trapos ou outros adornos indesejáveis em cima dela)!

4ª Parte – Mimi e a “linha”

A gatinha Mimi está num impasse. Precisa de ganhar peso para, com maiores possibilidades de sucesso, se sujeitar à operação. A sua “mazela”, ao não sarar por si mesmo, não a ajuda muito nessa sua luta. Mas a Mimi até se tem “lambido” com os “petiscos” que a sua dona lhe tem apresentado à mesa. O apetite, nos últimos tempos, não lhe tem faltado. Ainda bem. Só que não passa dos 3 quilos. Vamos lá menina Mimi, esqueça lá a linha e, toca a engordar mais 1 ou 2 quilos, se faz favor!

O apetite e a força de vontade não tem faltado à Mimi, já quanto à ajuda aqui solicitada, zero de zero. Os 50 euros iniciais gastos pela sua dona, onde já devem ir, para não falar do valor da operação, dos cerca de 400 euros, dos 400 euros precisos para pagar a operação, uma operação a realizar-se, necessariamente num futuro próximo, dada a urgência.

Até aqui, nos posts anteriores, partilhava os mesmos no facebook, contudo, perante a mobilização acérrima demonstrada pelos meus “amigos virtuais”, por acaso, 99,90% não tão virtuais quanto isso, que não foi nenhuma, pois, até carregar no botãozinho partilhar deve ser uma maçada, ou deve comprometer tanto, que mais vale ficar quieto, portanto, perante esta mobilização registada, decidi apenas publicar o post sem mais iniciativas. Com alguma sorte visitantes anónimos demostrarão que a pergunta seguinte não deixa de ter razão de ser. Com amigos assim quem necessita de ter inimigos? Não estou a pedir nada para mim, nem em 47 anos caí nessa asneira, mas se dúvidas tivesse, deixava de as ter!

1ª Parte – Nota do autor

Um blogue com quase uma semana de vida e nenhum resultado visível, resta apenas questionar, o porquê da “coisa” ainda não ter funcionado?

E, embora não queira acreditar, só posso chegar a uma conclusão chocante. Uma conclusão que tiro pela indiferença demonstrada.

No blogue peço ajuda~, de certa forma, para a manutenção de duas vidas. Até este momento o pedido foi ignorado. Só posso concluir que os eventuais leitores não estão de acordo comigo. Por outras palavras, não vale o esforço, se os animais precisam de tantos cuidados, por tanto, de tantas despesas e, os donos não têm como as suportar, elimina-se o animal, logo eliminam-se as despesas.

Conclusão que eu tiro, o conselho que me dão é que não peça ajuda e que aconselhe a que se elimine o animal, é isso?

Caro leitor, se acertei na “muche”, convido-o a sair do blogue, pois está por aqui enganado!

Há uns anos, eu e mais duas pessoas, levámos na minha carrinha, o DOG, um nosso cão, ao veterinário. Coitado, ele não estava bem, mas mesmo assim, lá foi, a pensar que ia dar um passeio. Eu fiquei ao volante da carrinha, no estacionamento e, os meus acompanhantes foram com ele para o consultório. Ainda hoje ao recordar a imagem de os ver, de volta, com um saco, com o cão abatido lá dentro, me deixa completamente arrepiado, com enorme complexo de culpa, de ter traído a sua confiança, de o ter levado para ser morto! Mais palavras para quê?

1ª Parte – Mimi e Turista

Um post para nada dizer de novo. O que para um blogue dedicado ao estado de saúde de duas Estrelas, uma gata e um cão, poderia significar, de mal o menos, que pelo menos não estão piores. Uma, mimada pela dona (comidinha levada à boca), a ver se “arrebita para poder ser operada, outro, igualmente mimado pelos donos, a tentar suportar o “funil” para ficar bom das suas mazelas (já após intervenção cirúrgica), lá vão lutando!

Contudo, um post para nada dizer, num blogue também criado para pedir ajuda financeira, ajuda para poder pagar as consultas extraordinárias e as operações, ajuda para situações de urgência, destes dois animais, nada ter para dizer, não ter um Obrigado para aqui deixar, não deixa de ser frustrante!

Notícia de última hora: Os donos do Turista, pelos vistos, têm amigos de carne e osso, amigos que se mobilizam por uma causa, que têm coração, não os virtuais do costume, pois, por outra via que não esta falhada, pelo menos por agora, conseguiram reunir em donativos o valor aproximado das despesas feitas!

2ª Parte – O retrato (provisório) do Turista

IMG_0967.JPG

 

Uma Estrela sem foto “não está com nada”. Cá fica o “retrato” do Turista. Uma foto com um “adorno” de que o Turista espera livrar-se rapidamente (aqui para nós, agora que ele não nos está a ouvir, o rapidamente depende do ponto de vista, pois, mesmo assim, se tudo correr bem, só se livra do adorno lá para o final do mês).

A minha irmã (a dona) ao olhar melhor para a foto que eu ia publicar, ficou preocupada por o Turista aparecer acorrentado, ela e o marido não gostam de ter os animais presos e também sabe que, felizmente, não são os únicos a partilhar essa ideia. O Turista tem um “lar” bem jeitoso, bem espaçoso (feito cuidadosamente pelo meu cunhado), contudo, fica mais afastado (daí, se calhar, terem lá ido fazer-lhe mal, aparentemente, sem serem vistos), mas, neste momento, de convalescença, preferem ter o Turista mais perto deles e, o mais perto é junto deles, mas fora de casa, pois a casa onde vivem é “emprestada” e obedece a regras a que eles são estranhos.

Nota: Hoje recebi uma mensagem do paypal para ir ver a actividade na minha conta. Será? Não será? Será que alguém deixou de ser virtual, será que alguém passou a ser de carne e osso, passou a ter coração? Falso alarme. Era apenas uma mensagem de rotina. Apenas só lá estão os 7 dólares e picos do costume.

3ª Parte – Mimi e o presente de aniversário adiado

Fotografia0277.jpg

 

A Mimi, hoje, queria oferecer um presente à sua dona aniversariante. Queria estar boa. Mas infelizmente ainda não o conseguiu.

E, pelo menos até esta altura, não será com a ajuda dos amigos do autor deste blogue que o vai conseguir. Total de fundos recolhidos, 0 euros. 0, não, 10 euros, 5 euros para cada estrela do blogue, doados por mim. Espero que os donos, da Mimi e do Turista, tenham amigos mais atentos e mais generosos. Por mim, resta-me não desarmar, continuar a cruzada, pois estão em causa, o bem-estar e a própria vida dos bichos e, pedir desculpa aos donos, por ter amigos, no mínimo, muito “pobrezinhos”!
Parabéns dona da Mimi!

2ª Estrela

O Turista é a 2ª estrela do blogue apenas porque é um cavalheiro e deu a primazia à dona Mimi!

Cão & gato, perdão dona Mimi, queria dizer gata, juntos no blogue? Que grande barafunda vai dar isto!

O Turista é um cão com cerca de 5 anos. Foi sempre muito saudável e muito alegre.
No dia 15 de Dezembro, alguém que desconhecemos, foi ter com ele e deu-lhe com algo na cabeça.
Desde aí os gastos têm sido avultados, mais de 100,00€ na primeira ida ao Veterinário e já 100,00, na segunda.
Tudo para que o Turista volte a ser o cão saudável e alegre de sempre, durante muitos e muitos anos.

Nota: Amanhã o Turista tira o retrato, com o seu “colar” novo, novo mas incómodo e que se espera que o largue daqui a uns dias, lá para o final do mês, se tudo correr bem.

Mais sobre mim

foto do autor

Donativos

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D